Soluções submarinas, protegidas Njord

Soluções submarinas, protegidas Njord

Desde a amarração submarina até a flutuabilidade, a Trelleborg Offshore possui uma extensa gama de soluções inovadoras a serviço do setor submarino.

Njord Flutuabilidade

Nos cenários de produção subsea onde parte dos sistemas são flutuantes, sistemas como o dos risers flexíveis, cabos e umbilicais precisam ser mantidos em um determinada configuração geométrica desenhada para previnir a sobrecraga mecânica nestes itens e na plataforma que os ancora.

Njord braçadeira

Uma operação de colocação de tubulações pode ter a necessidade de colocar simultaneamente uma linha de serviço de pequeno diâmetro ou umbilical. Durante a instalação, para assegurar que as linhas secundárias estejam adequadamente apoiadas entre a superfície e o fundo do mar, elas podem ser ligadas à tubulação principal usando uma disposição de braçadeira.

Njord Guide

O Njord Guide são soluções projetadas para permitir que qualquer linha flexível ou rígida ou múltiplas linhas sejam centralizadas ou vedadas, em um tubo I, tubo J, túnel ou tubo de grande diâmetro.

Njord Proteção

Com a necessidade mundial cada vez maior de transferência de dados e produtos e a necessidade de que as redes de transferência funcionem em ambientes cada vez mais severos, cresce a demanda por proteção para cabos e linhas de fluxo altamente avançada

Njord Isolamento térmico

É necessário isolamento térmico para evitar a formação de obstruções de hidratos e o acúmulo de parafínicos em estruturas e tubulações submarinas. O acúmulo ocorre com a redução da temperatura do petróleo é reduzida. Sem isolamento térmico, a água fria do mar rouba rapidamente o calor contido no petróleo, formando tais acúmulos, tornando impossível um fluxo seguro. 

Saiba mais sobre como solucionamos os nossos desafios

soluções de controle de ruptura 
Subaquático - Controle de Ruptura

Desempenho em Águas Profundas no Brasil


A FPSO Petrobras P-58, que opera no campo Baleia Azul, na área do Parque das Baleias, ao norte da Bacia de Campos, no Brasil, está ancorada a uma distância de 48 milhas / 78 km em uma profundidade de 4.593 pés / 1.400 metros e espera-se que dure pelos próximos 25 anos. A produção de petróleo, que começou em março de 2014, vem de 19 poços-satélite conectados individualmente à unidade.
flutuabilidade subaquática
Subaquático - Flutuabilidade

Um futuro flutuante para exploração de petróleo e gás no Azerbaijão


Situado no Sul do Mar Cáspio, ao largo da costa do Azerbaijão, o campo de gás Shah Deniz fica a uma profundidade de 600 metros, cobrindo cerca de 860 quilômetros quadrados. Existe uma exigência crescente em aplicações em águas profundas, como esta, para que as linhas de fluxo funcionem sob condições de alta temperatura e alta pressão. Grandes mudanças cíclicas podem causar expansão da linha de fluxo, resultando em flambagem lateral ou sublevação. A uma profundidade de 600 metros / 1.968 pés abaixo da superfície, estas linhas de fluxo entrarão sob força significativa.
flutuabilidade subaquática
Flutuabilidade Subaquática 2

Elevando a solução até um nível para entregar água ao Chipre


Um projeto de engenharia pioneiro, a Tubulação Aquática Submarina do Mediterrâneo, verá 75 bilhões de metros cúbicos de água doce entregue ao Chipre do Norte a cada ano a partir da província de Mersin, no sul da Turquia.
isolamento térmico
Subaquático - Vikotherm R2

Desempenho de alto nível para a primeira instalação de compressão de gás submarino do mundo


Localizado no Banco de Halten, mar norueguês, a aproximadamente 200 km da Noruega média, Åsgard é um eixo central e um produtor significativo de petróleo e gás. É também o primeiro campo do mundo a usar compressão de gás do fundo do mar. A decisão de adotar esta nova tecnologia no campo de Åsgard deverá manter a produção e um aumento da recuperação equivalente a aproximadamente 278 milhões de barris de petróleo quando o projeto for realizado.
Subaquático - Vikotherm S1

Garantia de fluxo sob medida na Nigéria


Localizado a cerca de 60 milhas da costa da Nigéria, o desenvolvimento da fase dois do Erha Norte fica a 3.960 pés / 1.200 metros de profundidade e é uma extensão do sistema subaquático e infraestrutura existente Erha. O sistema existente está atualmente produzindo para a embarcação flutuante de produção, armazenamento e descarregamento (FPSO) de Erha